jump to navigation

Serei contigo pois EU SOU o teu Deus 05/09/2009

Posted by Vanessa Meira in 1.
trackback

Por: Ruth Alencar

E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, afim de que esteja para sempre convosco, o Espírito da verdade, que o mundo não pode receber; porque não o vê, nem o conhece; vós o conheceis, porque ele habita convosco, e estará em vós.

 Não vos deixarei órfãos; voltarei para vós outros. Ainda por um pouco, e o mundo não me verá mais; vós, porém, me vereis, porque eu vivo, vós também vivereis.”João 14: 16-19

 Tenho o hábito de orar pedindo a proteção de Deus a cada vez que preciso sair de casa. E naquela manhã não foi diferente. Como o supermercado não era longe da minha casa decidi ir andando.

Havíamos andado apenas um quarteirão quando uma ordem surgiu na minha mente: “Ore“.

 Obedeci imediatamente. Parei, inclinei minha fronte ali mesmo e oramos eu e minha filhinha de 7 anos. Um quarteirão a mais senti um forte desejo de olhar para trás. O tempo foi apenas o de virar-me e dei de cara com um menor marginal que havia corrido em nossa direção para atacar-nos. Ele respirava ofegante. Assustou-se mais do que eu, afinal pensava que iria surpreender-me.

 Como viu que não podia contar mais com o fator surpresa começou a gritar bem alto e forte: “vai morrer, vai morrer sua safada”, e correu em direção a uma casa, a qual supus ser a sua. Havia muita raiva no olhar daquele jovem…

 Algo dentro de mim me dizia para não prosseguir, mas mudar o trajeto. Ele voltaria. Peguei minha filhinha e disse para apressarmos os passos e que deveríamos mudar de trajeto rápido, pois aquele homem era mau.

 Decidi procurar uma parada de ônibus e assim prosseguir meu destino. Mas, após alguns poucos minutos na parada percebi que ele vinha juntamente com dois outros. Estavam andando com o comportamento de quem procurava alguém.

 Prepararam uma emboscada na esquina como não fomos, resolveram nos procurar. Apressei meus passos até uma farmácia e expliquei ao dono o que estava acontecendo. Ele nos escondeu atrás do balcão e foi para a calçada como se não houvesse clientes. Vi quando passaram em frente à farmácia. Orei novamente ali mesmo, agachada detrás do balcão, e agradeci a Deus a Sua proteção.

 Deus cumprira a Sua promessa naquela manhã para mim, advertira-me do mal que alguém havia programado fazer contra mim. Falou-me de uma forma que sabia que Lhe daria ouvido. E porque O escutei, Ele me livrou do laço do passarinheiro”.

 Como você pode perceber, não compartilho o pensamento de que não existe nada além de nós. Creio que há Alguém muito especial que vela por nós, simples criaturas.

Um Deus ativo e atento às nossas necessidades. Zeloso por nossas vidas.

Gostaria de dizer-lhe esta manhã que este cuidado está disponível, ao alcance de todos os que o desejarem. Você não precisa ser especial para merecê-lo, precisa apenas crer quando ora pedindo a Sua proteção.

 Foi Jesus quem disse que o Espírito Santo nos consolaria. Ele não nos deixaria órfãos. Estaria conosco e em nós.“Pedi, e dar-se-vos-á; busca e achareis; batei e abrir-se-vos-á.”(Mat. 7:7)

 Por isso, sigamos em frente apesar das dificuldades, Satanás não pode tocar em nossas vidas. Ele pode dificultar e até atrapalhar nossos planos, mas suas estratégias não prevalecerão porque pertencemos ao Grande EU SOU.

 Por isso, quando sentirem vontade de orar orem! Não importa o local, nem a hora. Orem. É Deus querendo comunicar-Se.

 Que Deus o abençoe e o cubra com o Seu amor protetor. Que Ele possa inclinar sempre Seus ouvidos a todas as suas preces e que opere segundo a Sua vontade.

Anúncios

Comentários»

1. Lucia - 06/09/2009

É maravilhoso compartilhar experiências vividas, pois testemunhamos para nosso crescimento e para engrandecer o nome do nosso Deus!
Fiquei feliz pela proteção do Senhor sobre a sua casa!

Ruth - 08/09/2009

Temos experiências vividas, como família, que nos permitem afirmar que o SENHOR tem estado conosco não é?

Que Deus esteja com vc e sua família sempre.

2. Tatiana - 08/09/2009

São experiências como essa que nos fazem conhecer sempre mais a fidelidade de Deus para com as nossas vidas. Que amor tremendo, não é? A sua vida e a sua casa são preciosas para Deus. Por isso o mal não conseguiu lhe tocar. Graças a Deus!

Há alguns anos tive uma experiência inesquecível com Deus. Eu estava na faculdade e comecei a sentir uma forte cólica. Tomei um analgésico comum, mas a dor não cedeu. Pelo contrário, só aumentou. Resolvi ir rápido para casa. Precisei de ajuda para descer da vã no ponto de ônibus mais próximo da minha casa. A dor já estava tão forte que minhas mãos ficaram um pouco dormentes e eu não conseguia segurar a pasta da faculdade. Soltei a pasta no chão (sempre fui muito cuidadosa com minhas coisas, mas eu mal conseguia permanecer em pé) encostei a cabeça na parada de ônibus (que estava vazia) e “entreguei os pontos”. Eu sabia que não tinha condições de chegar em casa e que estava extremamente vulnerável naquele momento. Falei em meu pensamento: “Senhor, toma conta de mim”. De repente, apareceu um rapaz que veio ao meu encontro e fez sinal para um táxi que estava passando (justamente naquela hora!). O rapaz foi na frente com o motorista e eu deitei no banco traseiro. Acho que ensinei meu endereço. Não tinha ninguém em casa. Lembro-me que o rapaz pagou o táxi com um dinheiro que estava no bolso da frente da minha pasta. Mas não tirou nada além do necessário. Ele entrou em casa comigo (um completo desconhecido!), ajudou-me a deitar no sofá, tirou o meu calçado e me perguntou onde estava o remédio (em nenhum momento eu senti medo). Trouxe para mim e eu o tomei. Eu estava um pouco melhor antes de ele ir embora. Fechou a porta, o cadeado do portão e partiu. Nunca mais o vi. Às vezes penso que aquele rapaz, na verdade, era um anjo enviado por Deus. Mas não sei se um anjo precisaria de dinheiro para pagar o táxi e se me perguntaria onde estava o remédio. Talvez um dia o Senhor me revele a verdade. Tudo o que sei é que, naquele dia, o Senhor “cuidou de mim”.

Como você, Ruth, eu apenas pedi que o Senhor cuidasse de mim. E Ele cuidou.

3. Ruth - 08/09/2009

Nossa, que história!!!

Não duvido de nada Tatiana. Eu tenho vivido muitas experiências com Deus e tenho compreendido que Deus usa qualquer coisa como instrumento. Pode ser uma simples capa, um corvo, um desconhecido…

Por isso, sempre digo para mim mesma vale demais a pena servi-LO e esperar Nele. Que o SENHOR esteja contigo todos os dias da sua vida.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: